Durante a Pandemia do Covid-19, na condição de escritor de primeira viagem, encontrei muitas dificuldades para divulgar o livro As Aventuras de Catarina. Sem os eventos literários e sem a possibilidade de organizar lançamentos e a Noite de Autógrafos, tratei de aproveitar todas as oportunidades para falar sobre o livro e presentear as crianças filhas(os), netas(os) e sobrinhas(os) dos meus amigos e/ou de novos integrantes da minha rede de relacionamentos. Obviamente, que morando nos Estados Unidos da América (Texas), essas oportunidades foram bem escassas.

Há uns 15 dias a Luciana Paiva, uma das minhas novas amigas, brasileira e também moradora no Texas, comentou que estava indo para o Brasil (São Paulo) para visitar seus familiares e dentre eles uma sobrinha que tinha dois filhos em idade infantil. Perguntei seus nomes e lhes dediquei um autógrafo.

Lucas e Levi, para vocês voarem nas asas da joaninha e viverem lindos sonhos…

Ontem eu recebi o depoimento da Paula, mãe do Lucas e do Levi. Chorei, obviamente!

Depois do livro publicado, penso que todo autor deve viver essa angústia, que nos deixa numa expectativa que parece não ter fim e o fim pode ser prazeroso ou frustrante.

Brigaduuu, Paula! Beijão, Lucas! O vovô está em êxtase.

Next articleMemórias de infância
Nasci em Joinville, estado de Santa Catarina, no Brasil, em 31 de maio de 1960. Empresário, aposentado, morei em Itajaí por um período de 30 anos. Atualmente estou morando no Texas, nos Estados Unidos da América, e assim, bem mais perto da minha neta Catarina, nascida em Miami, Flórida. Ela mora em Los Angeles, na Califórnia. Este livro é resultado do meu primeiro passo na arte de escrever um livro infantil e de uma experiência incrível – nos últimos 6 anos -, que tem sido a de “catarinar, catarinar, catarina”. (Texas, Junho/2020).

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here